Nossa Comunidade

Na Casa dos Ventos, entendemos que o E (environment, meio ambiente) e o S (social), dos princípios ESG, indicam parâmetros da sustentabilidade que se conectam à natureza e às pessoas. Afinal, transformar a força dos ventos em energia é resultado da união de muitos esforços

Com esta certeza, todos os nossos empreendimentos mantêm um vínculo saudável e produtivo com as pessoas e comunidades onde estão inseridos, buscando capacitar e privilegiar a contratação de mão-de-obra local, além de investir na melhoria da qualidade de vida e na infraestrutura local.

Aderimos formalmente ao Pacto Global e aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU e atuamos com as melhores práticas de preservação dos biomas locais, além, claro, de contribuir para uma economia de baixo carbono.

Convidamos você para saber mais sobre nossa história, valores e ações em prol de um desenvolvimento verdadeiramente sustentável.

MDN
MDN

O vento que garante o presente e o futuro

Nosso foco em sustentabilidade vai além da geração de energia limpa e das exigências legais. A chegada de cada novo projeto proporciona a melhoria no modo de vida das famílias e comunidades no seu entorno.

Proprietários de terras

Um de nossos parceiros fundamentais é a pessoa ou a família que disponibiliza seu terreno para o desenvolvimento de nossos projetos. Além de assumir o compromisso com a regularização fundiária das propriedades, pagamos um percentual sobre a receita líquida de cada aerogerador instalado. Com esta renda adicional, muitas famílias reinvestem em suas comunidades, enquanto seguem utilizando suas terras para atividades como plantação e criação de gado.

Através de nossos projetos, já transformamos a vida de cerca de 4 mil famílias que aproveitaram melhor o potencial dos seus terrenos e se tornaram nossos parceiros para gerar energia limpa.

Responsabilidade e Ação

Estamos comprometidos com a proteção do meio ambiente e realizamos a gestão dos recursos naturais de forma eficiente e sustentável. Para além  do que é exigido no processo de licenciamento ambiental, realizamos investimentos em iniciativas sociais. Essas ações representam a oportunidade de exercermos nossa responsabilidade socioambiental.

Durante a fase de implantação de um parque, analisamos aspectos e impactos ambientais das nossas atividades, bem como dos perigos e riscos a que nossos colaboradores e comunidades estão expostos, estabelecendo as principais ações e planos para prevenir, mitigar ou compensar seus efeitos.

Desde 2016, instituímos um Sistema Integrado de Gestão Ambiental, Social e de Saúde e Segurança do Trabalho (Veja aqui o documento completo) baseado nos seguintes princípios:

  1. Cumprimento da legislação ambiental e de saúde e segurança do trabalho.
  2. Identificação e adoção de controles dos impactos e riscos socioambientais, baseados na mitigação, substituição ou eliminação de eventuais danos adversos ao meio ambiente.
  3. Identificação e adoção de controle dos riscos à segurança e saúde dos seus colaboradores, baseados na prevenção e minimização dos riscos.
  4. Estímulo à educação socioambiental de colaboradores, fornecedores e comunidade.
  5. Contribuição à conservação do meio ambiente, à prevenção da poluição e à potencialização dos impactos positivos.
  6. Construção de uma relação de respeito e engajamento com comunidades.
  7. Implementação de procedimentos para melhoria contínua da gestão.
  8. Adoção de indicadores de desempenho socioambiental e de saúde e segurança do trabalho.
  9. Transparência no trato dos aspectos ambientais, de saúde e de segurança do trabalho.

Para saber mais:

Compromisso com a Sociedade e Compromisso com a Biodiversidade