Sala de aula em comunidade carente

Nossa
Comunidade

Na Casa dos Ventos, entendemos que o E (environment, meio ambiente) e o S (social), dos princípios ESG, indicam parâmetros da sustentabilidade que se conectam à natureza e às pessoas. Afinal, transformar a força dos ventos em energia é resultado da união de muitos esforços

Com esta certeza, todos os nossos empreendimentos mantêm um vínculo saudável e produtivo com as pessoas e comunidades onde estão inseridos, buscando capacitar e privilegiar a contratação de mão-de-obra local, além de investir na melhoria da qualidade de vida e na infraestrutura local.

Aderimos formalmente ao Pacto Global e aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU e atuamos com as melhores práticas de preservação dos biomas locais, além, claro, de contribuir para uma economia de baixo carbono.

Convidamos você para saber mais sobre nossa história, valores e ações em prol de um desenvolvimento verdadeiramente sustentável.

O vento que garante o presente e o futuro

NOSSO FOCO EM SUSTENTABILIDADE VAI ALÉM DA GERAÇÃO DE ENERGIA LIMPA E DAS EXIGÊNCIAS LEGAIS. A CHEGADA DE CADA NOVO PROJETO PROPORCIONA A MELHORIA NO MODO DE VIDA DAS FAMÍLIAS E COMUNIDADES NO SEU ENTORNO.

Compromisso
com biomas locais

A geração de energia a partir dos ventos é considerada uma das alternativas com menor impacto ambiental. Mas esse impacto nunca é nulo – afinal, a natureza é muito sensível à ação humana. Na Casa dos Ventos, cada projeto é planejado, avaliado e monitorado de maneira integral, para que qualquer interferência na flora e na fauna possa ser mitigada. Parte desse compromisso pode ser contado através dos nossos complexos Folha Larga Sul (BA) e Rio do Vento (RN), onde uma equipe de biólogos realizou uma extensa campanha exploratória para catalogar espécies nativas e coletar sementes. Em cada um destes parques, construímos e operamos viveiros com capacidade de produção de até 60 mil mudas por ano, com o objetivo de recuperar e recompor a vegetação ao redor dos empreendimentos.

Acesso
à água

Os melhores ventos e os mais altos índices de insolação do Brasil estão em regiões historicamente castigadas pela seca. Por isso, além de levar investimento e oportunidades para os lugares onde desenvolve seus parques, a Casa dos Ventos assumiu o compromisso de facilitar o acesso à água potável para os moradores dessas comunidades. E está fazendo isso com a ajuda do sol! Por meio de uma parceria, estamos garantindo água potável para 50 famílias nas comunidades rurais de Belas, Pouso Alegre e Baixa do Umbuzeiro, no município de Campo Formoso (BA), no entorno Complexo Eólico Folha Larga Sul. A iniciativa viabilizou a instalação do Aqualuz, um equipamento que trata a água utilizando energia solar, nas cisternas e reservatórios utilizados pelos moradores.

Proprietários
de terras

Um de nossos parceiros fundamentais é a pessoa ou a família que disponibiliza seu terreno para o desenvolvimento de nossos projetos. Além de assumir o compromisso com a regularização fundiária das propriedades, pagamos um percentual sobre a receita líquida de cada aerogerador instalado. Com esta renda adicional, muitas famílias reinvestem em suas comunidades, enquanto seguem utilizando suas terras para atividades como plantação e criação de gado. Através de nossos projetos, já transformamos a vida de cerca de 4 mil famílias que aproveitaram melhor o potencial dos seus terrenos e se tornaram nossos parceiros para gerar energia limpa.

Responsabilidade e Ação

ESTAMOS COMPROMETIDOS COM A PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE E REALIZAMOS A GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS DE FORMA EFICIENTE E SUSTENTÁVEL. PARA ALÉM DO QUE É EXIGIDO NO PROCESSO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL, REALIZAMOS INVESTIMENTOS EM INICIATIVAS SOCIAIS. ESSAS AÇÕES REPRESENTAM A OPORTUNIDADE DE EXERCERMOS NOSSA RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL.

Durante a fase de implantação de um parque, analisamos aspectos e impactos ambientais das nossas atividades, bem como dos perigos e riscos a que nossos colaboradores e comunidades estão expostos, estabelecendo as principais ações e planos para prevenir, mitigar ou compensar seus efeitos.

Desde 2016, instituímos um Sistema Integrado de Gestão Ambiental, Social e de Saúde e Segurança do Trabalho (Veja aqui o documento completo) baseado nos seguintes princípios:

  1. Cumprimento da legislação ambiental e de saúde e segurança do trabalho.
  2. Identificação e adoção de controles dos impactos e riscos socioambientais, baseados na mitigação, substituição ou eliminação de eventuais danos adversos ao meio ambiente.
  3. Identificação e adoção de controle dos riscos à segurança e saúde dos seus colaboradores, baseados na prevenção e minimização dos riscos.
  4. Estímulo à educação socioambiental de colaboradores, fornecedores e comunidade.
  5. Contribuição à conservação do meio ambiente, à prevenção da poluição e à potencialização dos impactos positivos.
  6. Construção de uma relação de respeito e engajamento com comunidades.
  7. Implementação de procedimentos para melhoria contínua da gestão.
  8. Adoção de indicadores de desempenho socioambiental e de saúde e segurança do trabalho.
  9. Transparência no trato dos aspectos ambientais, de saúde e de segurança do trabalho.

Para saber mais: