CGE Ventos de Tiangua Norte AEG 16

 

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale assinou com a desenvolvedora de projetos de energia Casa dos Ventos contrato para a compra por longo prazo da produção do parque eólico Folha Larga Sul, na Bahia, em negócio que inclui opção de aquisição da usina pela Vale no futuro, segundo comunicado da companhia nesta terça-feira.

“A parceria é mais um passo na estratégia da Vale de atingir 100 por cento de autoprodução de energia elétrica no Brasil até 2030 utilizando energia de fontes renováveis”, acrescentou a empresa.

O anúncio vem após o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) publicar nesta terça-feira aprovação sem restrições para a aquisição do parque eólico. 

Segundo a Vale, o projeto envolvido na transação terá uma potência instalada de 151,2 megawatts quando concluído e deverá entrar em operação comercial no primeiro semestre de 2020.

 

O investimento no empreendimento será de responsabilidade da Casa dos Ventos, disse a mineradora.

A fala da Vale sobre a meta de chegar a 2030 com uso apenas de energia renovável confirma informação publicada pela Reuters com fontes em outubro, de que a mineradora avaliava fixar uma meta para atender 100 por cento de sua demanda por energia com fontes limpas.

Fonte: Reuters