170424 Mario Araripe Cidadao Piauiense 9 ASCOM Alepi aletrado 1

Fundador da maior desenvolvedora de projetos eólicos do Brasil, Mário Araripe recebe homenagem por sua contribuição econômica e social ao Estado


Mário Araripe, presidente e fundador da Casa dos Ventos, recebeu nesta manhã o título de cidadão piauiense, concedido pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). A honraria foi proposta pela Deputada Liziê Coelho, no ano em que a Casa dos Ventos comemora seu décimo aniversário como uma das pioneiras e maiores investidoras no desenvolvimento de projetos eólicos no Brasil.

Araripe é natural de Crato, no Ceará, mas foi no Piauí que encontrou uma das melhores condições de vento do mundo, característica que tem contribuído para transformar o interior do Estado em uma referência na geração de energia eólica. “Estudamos o Brasil de Norte a Sul e descobrimos na região um vento que não para de soprar”, afirma o executivo. “A poesia da energia eólica no Brasil não está somente em gerar energia limpa, mas em contribuir para a melhoria da qualidade de vida de diversas comunidades do sertão nordestino”, referindo-se aos benefícios trazidos para essas regiões com a implantação de parques eólicos. Dentre os benefícios estão a regularidade fundiária e remuneração pelo arrendamento das propriedades, melhoria da infraestrutura dos acessos, geração de empregos e implentação de programas sociais.

Somente no Piauí, mais de 1500 famílias arredaram seus imóveis para projetos da Casa dos Ventos, totalizando 87 mil hectares. Aproximadamente R$ 20 milhões foram pagos a elas durante o período pré-operacional, quando a empresa realiza estudos de viabilidade e sequer um quilowatt de energia é gerado. Hoje, com os parques em operação, essa remuneração se mantém anualmente e pemanecerá por pelo menos mais 20 anos. Para construir os projetos desenvolvidos pela empresa de Araripe, foram viabilizados R$7,4 bilhões de investimento no interior do Estado. Projetos que fizeram com que o Piauí deixasse de ser importador de energia e passasse a ser exportador de energia limpa. Foram aproximadamente 5.000 empregos diretos gerados, com prioridade para mão-de-obra local.

É no Piauí que a Casa dos Ventos opera uma das maiores usinas eólicas da América Latina, o Complexo Ventos do Araripe III, na divisa do Estado e no alto da Chapada do Araripe. Da mesma maneira que fez para os demais empreendimentos, a companhia desenvolveu programas sociais para atender a carência da região. Somente no semestre passado, a empresa fez a inauguração de uma escola e uma quadra poliesportiva.

“Há cerca de 8 anos redescobrimos o Piauí como uma grande oportunidade de investimento. Na corrida por encontrar as melhores áreas do país, víamos nossos concorrentes correrem para o litoral e nos virávamos para o interior. Enquanto se perdiam mundo afora, nós nos achávamos no Piauí”, diz Araripe. Hoje, o fundador da Casa dos Ventos é um dos principais investidores em geração eólica do Brasil. Engenheiro formado pelo ITA, Araripe recebeu no ano passado o título de “Embaixador do Vento” durante o Brazil Wind Power, maior feira do setor de energia eólica na América Latina.

A companhia de Araripe desenvolveu aproximadamente 1,2 GW de projetos em operação no Estado, cerca de 90% de toda a capacidade instalada de ativos eólicos no Piauí.

Fonte: Portal Revista Fator Brasil
Fonte: Portal O Dia 
Fonte: Bom Dia Assembleia e Alepi TV
Fonte: Diário do Nordeste
Fonte: Ouricuri em foco
Fonte: Blog Floriano News
Fonte: Diário do Longá
Fonte: Piauí Hoje
Fonte: Notícias Piauí
Fonte: Canal Energia
Fonte: Fator Brasil