O ano começou mantendo a mesma tendência de 2015 no mercado de fusões e aquisições: menos transações, mas com valor mais elevado.

Em janeiro, foram registrados 52 negócios, 39% a menos do que no mesmo período do ano passado, que movimentaram 10,8 bilhões de reais, 175% a mais na mesma base de comparação.

Os dados inéditos são da Transactional Track Record (TTR), em parceria com a Merrill Corporation. A pesquisa considera tanto negócios concluídos quanto anunciados, mas ainda em andamento.

O número foi impulsionado por negócios que movimentaram cifras elevadas para o período, como a aquisição pela Reckitt Benckiser da divisão de preservativos da Hypermarcas, por 675 milhões de reais, e a compra de parques eólicos da Casa dos Ventos pela Cubico, por 2 bilhões de reais.

Fonte: Veja